NFT é a sigla usada para os tokens não fungíveis. Mas o que é ser não fungível? Significa ser único e insubstituível. Por exemplo, o bitcoin é fungível – se você trocá-lo por outro bitcoin, você terá um ativo do mesmo valor. Uma carta de pokemón única, no entanto, não é fungível. Se você trocá-la por outra carta, terá um objeto com valores e características diferentes.


Esse conceito fica ainda mais simples quando trazemos para o mundo real, explico. Se trocarmos uma nota de R$ 50,00 reais por outra nota de R$ 50,00 reais não temos nenhuma perda de valor, certo? Afinal, não interessa qual é a nota de R$ 50 reais, e sim o que dela se deriva, o poder de comprar algo pelo valor que ela representa. 


Os tokens não fungíveis são, então, são certificados que conferem direito de propriedade sobre algo, como assegurar que estes certificados não são replicáveis ou passíveis de serem copiados? Blockchain.

 

Agora, se eu trocar o quadro do Picasso Guernica, por um outro quadro de um pintor menos conhecido, definitivamente haveria uma perda de valor, uma vez que o quadro Guernica do artista espanhol é único, insubstituível e, de fato, existe apenas um dele no planeta, ou seja, um bem não-fungível.


A tecnologia que viabiliza a existência das criptomoedas também é utilizada para fornecer segurança e credibilidade às transações com NFTs.