O TikTok tem vindo a dar provas de que é mais do que uma plataforma de entretenimento para adolescentes, tendo já captado a atenção de empresas que começaram a olhar para a plataforma como um trunfo para o negócio.


Mais do que uma rede social, trata-se de uma plataforma de conteúdo, e é nessa diferença que reside um potencial mais abrangente: “Somos a plataforma líder em vídeos curtos, incentivamos os criadores a criar momentos de alegria. Este é um movimento cultural intergeracional onde nascem as tendências, da postura zero. Somos a casa mundial da cultura local, temos um compromisso com a autenticidade e a espontaneidade,” descreve Luisa Ramos, gestora de comunicação do TikTok Espanha, em declarações ao ‘El Economista’.


A mesma fonte revela que, em Ibiza, várias as empresas do setor de turismo já estão a recorrer ao TikTok para se conectarem com os seus públicos. Nomes como o Grupo Palladium Hotel, a Vueling, a Turespaña ou a Balearia já apostaram no TikTok.


“Estamos falando de uma comunidade muito autêntica e quando as marcas vêm para o TikTok, recomendamos que se mostrem como são, a fim de estabelecer conexões muito profundas com o público. (…) devem primeiro encontrar o tom e a linguagem certos (…)”, explica Teba Lorenzo, chefe de relações empresariais do TikTok Espanha, referindo que 83% dos utilizadores interagem com os vídeos.


O mesmo responsável descarta a eficácia de se “fazer anúncios” como os conhecemos, incentivando as empresas, por outro lado, a fazer ‘TikToks’ em que mostram a sua autenticidade e essência, dado que 75% dos utilizadores que interagem com os vídeos consideram que o conteúdo é único.


Lorenzo exemplifica essa forma de comunicação sugerindo “um vídeo de apenas 15 segundos em que um famoso ator caminha perto da piscina de um hotel” ou até um vídeo que mostra como é preparado um buffet do pequeno-almoço num unidade hoteleira.